VOTU — MATHEUS SANTIAGO by Carta&Carta

 

Matheus Santiago é cantor e compositor natural de Fortaleza. Vive em Mariana (MG) desde 2014, onde desenvolve também projetos musicais com parceiros mineiros. Seu primeiro EP lançado no início de 2017, Votu, conta com a produção musical de Caio Castelo e tem por conceito retratar experiências do trânsito entre o Ceará e Minas. As músicas não remetem necessariamente a sonoridade desses espaços, mas refletem as experiências vividas entre eles. Votu significa vento em tupi-guarani. "O vento tem tanto a capacidade de levar quanto de trazer, tanto de alentar como de revirar. Assim, Votu está ligado a uma busca por entender os movimentos tácitos da vida, como quem deixa o vento soprar no rosto simplesmente pelo gosto de senti-lo." Estão presentes sons que passam pelo afrobeat, reggae, samba, ijexá, e rock. A percussão é um ser presente nas canções, marca da busca pela conexão corporal dos ritmos.

"O trabalho realizado pelo estúdio foi uma experiência na qual aprendi muito sobre as possibilidades artísticas das minhas músicas. Por intermédio do produtor, Caio Castelo, conheci o Carta&Carta. Eu e Felipe Goes começamos então a trocar ideias sobre o conceito visual e assim traçamos um percurso bem afinado. Acabei conhecendo vários potenciais presentes no meu trabalho que se tornaram visíveis dentro do processo visual. A foto do Anderson Damasceno, junto com o tipo criado pelo Felipe, traduzem bem os afetos que passaram por mim durante a feitura do Votu. No fim, a capa do voo-queda da Débora me remete aos movimentos da vida pelos quais passei e, ao mesmo tempo, parte em direção aos tantos outros movimentos que se realizarão em cada escuta." — Matheus Santiago

Matheus Santiago is a singer and composer from Fortaleza (Ceará - Brazil). He lives in Mariana (Minas Gerais) since 2014, where he also develops musical projects with local partners. His first EP released in early 2017, Votu, has a musical production of Caio Castelo and it's meant to portray experiences of activity between Ceará and Minas. Votu means wind in Tupi-Guarani. "Votu is linked to a quest to understand the tacit movements of life, as if he let the wind blow on your face, simply for taste this feeling." There are sounds that pass through afrobeat, reggae, samba, ijexá, and rock. Percussion is a being present in the songs, a mark of the search for the corporal connection of rhythms.

"The studio's work was an experience. I learned a lot about the artistic possibilities of my songs." Through the producer Caio Castelo, I meet the Carta&Carta studio. So, me and Felipe Goes started to exchange ideas about the visual concept. I saw several of the potentials present in my work, that became visible within the visual process. The Anderson Damasceno photography, along with the type created by Felipe, translates the affections that I passed during the manufacture of the Votu. In the end, the Deborah's cover photo reminds me of the life moves I've gone through and, at the same time, moves toward many other breath-blowing movements that will occur in each listening. — Matheus Santiago

4ª MOSTRA CULTURA DE CINEMA BRASILEIRO by Carta&Carta

 

A Mostra Cultura de Cinema Brasileiro surgiu para homenagear o Dia do Cinema Brasileiro, comemorado em 19 de junho. Com o objetivo de exibir as mais diversas experimentações cinematográficas, a programação gratuita foi dividida em três panoramas Curta Brasil, com filmes de nove estados, e o panorama Curta Ceará, com produções locais. Ao todo, foram 30 curtas-metragens. O objetivo do evento é mostrar as diversas experimentações que são feitas pelos realizadores brasileiros, dando espaço para a exibição de suas obras e para a formação de público.

The Show Brazilian Film Culture came to honor the Brazilian Cinema Day, celebrated on June 19. In order to display the most diverse cinematic experiments, the free program was divided into three short Brazil panoramas, with films from nine states, and the short Ceará panorama, with local productions. In all, 30 shortfilms. The purpose of the event is to show various shortfilms made by Brazilian independent directors, giving space for the exhibition of his works and audiance formation.

O R I G I N A I S